Realidade Aumentada está revolucionando as vendas no varejo

A integração do mundo virtual com o real não é apenas tendência, mas um movimento natural no dia a dia das pessoas e no ambiente de negócios. Diante deste cenário, por que não inserir este fator nas estratégias de negócios do comércio varejista, por exemplo?

 

Cada vez mais, a Realidade Aumentada (AR) aparece como uma oportunidade para proporcionar uma experiência de compras diferenciada, estreitar laços entre consumidor e marca, gerar fidelização de clientes, antecipar decisões de consumo, agilizar os processos de compras, aumentar as vendas e trazer o consumidor digital para o ambiente físico.

 

Segundo um artigo recente divulgado pela Harvard Business Review, mais de 30% dos executivos das áreas de Varejo e Tecnologia da Informação pretendem investir em ações de AR até 2020. Na prática, por meio de software ou de um aplicativo a tecnologia de Realidade Aumentada interpreta sinais vindos de um objeto real.

 

Por sua vez, as previsões da International Data Corporation (IDC) são otimistas para quem adotar a AR em seus negócios. A entidade calcula que os varejistas que utilizarem AR nas empresas aumentarão os níveis de satisfação dos clientes em 20% e a produtividade dos colaboradores em 15%.

 

Se você ainda tem um pé atrás em relação à efetividade da Realidade Aumentada, basta pensar no seguinte episódio: surge um convite de última hora para um evento e você precisa encontrar uma roupa para ir, mas está sem tempo para experimentar diversas peças na hora da compra; e se existisse uma maneira de diminuir as horas gastas com essa tarefa de última hora? A AR permite, por exemplo, equipar a loja com um espelho interativo, em que você consegue testar os looks sem precisar realmente experimentar as roupas.

 

“Não é novidade que a tecnologia é uma forte aliada dos negócios e, no setor varejista, não é diferente. Estamos em um momento no qual diferentes canais de consumo convergem com o objetivo de proporcionar uma experiência única ao consumidor. Ao considerarmos o fato de as pessoas estarem cada vez mais em busca de agilidade nas tarefas do dia a dia, fica mais fácil entender porquê as lojas físicas estão em pleno processo de transformação, incorporando recursos digitais e novas tecnologias aos seus processos”, explica Renato Gangoni, CEO da Spin Design.

 

AR em prol do desenvolvimento de talentos

 

Além de otimizar processos e resultados no ambiente de negócios, a Realidade Aumentada também pode ser uma ótima aliada de quem busca incrementar a performance dos colaboradores. Por meio de aspectos virtuais é possível simular (e por consequência treinar) situações reais do cotidiano de uma loja, no caso do varejo. “Os ambientes digitais permitem vivenciar situações diárias de um jeito seguro, controlado e pedagógico. Outro ponto positivo é ter a oportunidade de conhecer os produtos e suas especificações técnicas de maneira ágil e fluida. Assim, sobra tempo para pensar na qualidade do atendimento ao cliente”, conta o CEO.

 

“Por fim, também há a chance de treinar um grande número de funcionários sem a necessidade de investir muito em tempo, deslocamento e outros recursos diversos. Ou seja, a AR é uma alternativa interessante de aprendizagem, motivação, engajamento e imersão na marca – o que contribui para fortalecer o diferencial competitivo no mercado”, complementa Gangoni.

 

Fonte: Decision Report

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.