A Realidade Virtual vai simplificar o processo de escolha do automóvel

O desafio da Realidade Virtual, é mudar fundamentalmente a maneira como viveremos nas próximas décadas, uma maneira mais conveniente de vivenciar as coisas.

Essa tecnologia possibilita inúmeras aplicações de interface, e se tornou o centro das atenções em 2014, quando o Facebook pagou US$ 2,3 bilhões para a empresa Oculus Virtual Reality, uma fabricante de dispositivos virtuais americano, entregar jogos e experiências de Realidade Aumentada e Virtual.

São infinitas áreas de atuação.

Os cinemas vão mergulhar o público em filmes de Realidade Virtual, pacientes que serão submetidos a tratamentos poderão ter um conhecimento digital do que irá acontecer com seu corpo, e consumidores vão entrar no mundo dos produtos ou serviços que eles estão interessados com uma nova experiência de compra.

Com carros não será diferente, a Realidade Virtual pode levar os consumidores a testar qualquer carro, em qualquer lugar, e durante o tempo que quiserem.

Todo mundo ama um carro novo na sua garagem, e os consumidores de hoje em dia, sempre encontram um canal de informação alternativo para complementar durante o processo de compra.

Quem busca por um carro novo, gasta em média 30% do seu tempo visitando as concessionárias de seu interesse. E antes da visita, esse consumidor costuma ler e se informar com antecedência pela internet e ainda montar seu veículo no configurador do website do fabricante.

De fato, esse cliente visita a loja real apenas uma ou duas vezes antes de fazer a escolha, e o faz primeiro para checar as condições financeiras de compra, e também – especialmente – para experimentar o produto antes de realizar qualquer compra. O segundo maior gatilho de venda é ativado emocionalmente.

Testar o carro num primeiro encontro pode ser crucial para o cliente definir potencialmente seu próximo carro. Portanto, permitir que o consumidor experimente diferentes modelos em um tempo e local que o agrade, na concessionária ou em casa, usando a privacidade do seu celular ou seu computador e durante o tempo que quiser, é de extrema relevância.

O entretenimento oferecido pela Realidade Virtual, traz aos clientes uma ideia muito mais clara do carro que eles procuram, antes mesmo de entrar em uma concessionária. Poderá até permitir que sintam o cheiro de carro novo do seu veículo preferido.

Parece futurista, mas esse é um discurso muito próximo da vida atual. Há muitos anos atrás, os smartphones eram uma realidade muito distante e hoje não vivemos sem essa tecnologia. E agora, o mesmo acontece com a Realidade Virtual.

Ela oferece uma experiência fechada, totalmente imersiva, que é entregue através de um fone de ouvido e óculos especiais. Não é necessário o uso de um capacete ou algo desconfortável, muito pelo contrário. O sistema deve oferecer uma configuração áudio visual  de alta qualidade, ainda mais quando a experiência se passa no showroom de um revendedor.

Imagine andar em uma concessionária onde não há um veículo. Em vez disso, o usuário usa o dispositivo já carregado e é automaticamente escoltado para caminhar em torno do carro virtual. Ali ele se surpreende com um vídeo de interação tridimensional!

Você seria capaz de abrir as portas do carro, checar o controle e funções do painel e até mesmo dirigir pelo deserto. O desenvolvimento não é limitado. Você também pode rapidamente mudar a visão do display e encontrar uma lista de opções de acabamento diferentes. Com outro clique, se altera um câmbio manual para uma transmissão automática, e você pode visualizar o console central reconfigurado. O mesmo acontece com diferentes tecidos e materiais dos bancos. Cria-se exatamente o carro que o cliente deseja comprar em um mundo virtual.

Os carros da Realidade Virtual são extremamente bem detalhados, e toda a experiência deve funcionar com uma alta taxa de imagens inesperadas para uma demonstração em 3D de alta resolução e velocidade. A ideia é criar não somente o produto e seus acessórios, mas também a curiosidade de ambientes inusitados.

Várias montadoras no mundo já estão experimentando ou anunciaram projetos para oferecer essa experiência em salas de exposições em eventos ou nas redes de distribuidores.

Neste mercado, a Audi é pioneira. Investiu no projeto desde 2016 e vão terminar o ano de 2017 com diversos revendedores participantes na Alemanha, Espanha e Inglaterra, que oferecerão uma sala de reprodução virtual instalada no showroom. A tecnologia processada pela marca, é capaz de trazer perfeitos efeitos sonoros, quase como na vida real. Além disso, uma câmera rastreia os movimentos da cabeça do usuário e o sistema adapta a imagem exibida.

Outras montadoras também se voltam para a tecnologia da Realidade Virtual. Volvo e Lexus estão começando a usar esses equipamentos para oferecer aplicativos de teste virtuais a potenciais clientes. O sistema desenvolvido pela Volvo está disponível para download e as pessoas podem experimentar o novo XC90 através do smartphone ou pelo monitor do computador, usando os equipamentos necessários enquanto estiverem em casa. A navegação é compatível com diversos aplicativos de Realidade Virtual.

Em eventos e exposições, a Toyota usa essa tecnologia para falar de segurança. Ela convida os visitantes a sentar-se no lado do passageiro de um carro e a colocar o equipamento de Realidade Virtual. Eles começam com o movimento em um simulador de condução e o sistema lançará muitas distrações ao piloto virtual, já que outros passageiros virtuais tentam mostrar ao motorista o que está acontecendo em seus telefones, fazer selfies ou mostrar algo pela estrada. É uma ótima maneira de mostrar ao visitante qual a importância negativa de uma condução distraída, tudo sem colocar ninguém em perigo.

A Ford por outro lado, usa por enquanto a tecnologia internamente, para ajudar seus designers a testar seus carros antes de fazer fisicamente qualquer coisa. Isso ajuda a agilizar o processo de desenvolvimento, já que a empresa não precisa mais construir um modelo físico ou protótipo, e permite aprovar ou alterar modelos de carros no ambiente virtual. A tecnologia também permite que os engenheiros da empresa de todo o mundo colaborem no desenvolvimento de um único carro sem ter que viajar.

Se você quer se sentir conectado com o carro antes de um teste real, a Realidade Virtual é um sistema interativo revelador, que oferece a melhor e mais emocional maneira de imersão, porque utiliza uma experiência única e agradável para os clientes. É possível caminhar livremente em torno de um veículo em escala real em praticamente qualquer ambiente.

A Tecnologia do showroom em Realidade Virtual ainda está engatinhando em termos de desenvolvimento e preço, mas as empresas estão apostando que ela vai revolucionar a experiência de compra de veículos.

Ainda não se sabe exatamente como o showroom virtual e a concessionária tradicional irão interagir, mas todos confiam e apostam que é o futuro do varejo de automóveis.

E seja qual for a mudança, as concessionárias reais provavelmente terão um papel importante a desempenhar no mundo dos showrooms virtuais.

Fonte: Pireli

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.